Zhen Jiu – Tratado sobre os Planos Preciosos

O Imperador Amarelo disse:

– Sei que consideram terem as ocorrências raras e estranhas e as constantes e comuns indícios diferentes e não poderem ser tratadas do memso modo.
Ch’i Po respondeu:

– Tomo em consieração o grau da doença e se é ligeira ou grave, rara ou frequente. Quando falo de doenças raras faço o máximo esforço para seguir o Tao. Discrimino entre as cinco cores e mudanças do pulso e tomo em consideração se são raras ou comuns. Sigo o Tao em ambos os casos.

Quando parte, o espírito não costuma, buy-trusted-tablets.com por regra, voltar. Se, porém, volta, não melhora e, desse modo, perde-se o poder impulsionador da Natureza. É grande a importância dos cálculos das cores e do pulso, embora tais cálculos se devam fazer com sutileza. Esses cálculos estão escritos em preciosas tabuinhas, que se diz conterem segredos preciosos.

A cor do paciente deve ser observada em cima e em baixo e à esquerda e à direita, e em todos os casos onde for mais essencial. Quando a cor da pele é clara, o doente deve ser tratado com sopas e remédios líquidos durante dez dias, findos os quais a doença deverá desaparecer. Quando a cor é escura, o paciente deverá ser tratado do mesmo modo durante vinte e um dias. Quando a cor é muito escura, deve-se administrar ao paciente borra de vinho e licor fermentado durante cem dias. Quando a cor do rosto é juvenil e fresca e, apesar disso, o paciente não melhora, o tratamento não deve exceder os cem dias. Quando o pulso é deficiente e tenso e a respiração entrecortada, sobrevirá a morte. Quando se verifica uma rcaída da doença e o pulso se torna lento e vazio, a morte sobrevirá.

O aspecto e a cor da pele devem ser examinadas em cima e em baixo e à esquerda e à direita, pois cada qual tem a sua significação. Quando a cor sobre, indica rebelião; quando regride, indica submissão.

Na mulher, o pulso direito indica desordem e o esquerdo ordem; no homem, o pulso esquerdo indica desordem e o direito ordem.

Quando ocorrem modificações graves no Yang, a morte sobrevém, e quando essas modificações ocorrem no Yin a morte também sobrevém, pois então o Yin e o Yang opõem-se mutuamente. No tocante ao tratamento médico há que tomar igualmente em consideração que as duas forças da Natureza se podem atacar uma à outra em ocasiões raras e, até, em ocorrências regulares. Assim, todo o empreendimento deve ser antecipadamente estudado.

Quando o pulso é tomado apressadamente, sobrevem dormência e manqueira, seguidas por uma variedade de febres e arrepios. Quando o pulso é isolado, esgota a exalação e quando a exalação fica esgotada e vazia ataca o sangue. O isolamento é comprável à desordem, enquanto a lentidão é comprável à ordem.

Quando se segue o método adequado para o tratamento de doenças raras e frequentes, baseia-se esse tratamento no Yin maior. Se, procedendo assim, não se consegue vencer a doneça, esta chama-se “obstinada”, e quando a doença é obstinada a morte sobrevém. Se, seguindo tal método, se vence a doença, esta chama-se “obediente”, e quando a doença é obediente o paciente volta a ser saudável e ativo.

Quando os oito ventos e as quatro estações vencem a morte, restituem o corpo ao seu estado primitivo; mas os que desobedecem às leis da natureza não são restituidos ao seu estado primitivo.

Isto é o fim deste tratado.

Pin It on Pinterest

Share This